Close

Um grande momento para repensar a mídia programática

O RGPD tem quase 2 anos (e continua na ativa), a CCPA desejou a todos um feliz ano novo em 2020 (Brasil está dizendo “Olá”) e a lápide dos cookies de terceiros está a caminho. Portanto, seria este um bom momento para estar vivo ou para repensar a mídia programática?

Os especialistas preveem que as novas leis de privacidade de dados trarão um 2020 desafiador para a AdTech. Eu, no entanto, estou um pouco mais otimista. Teremos uma oportunidade clara para reorganizar as coisas. A parte interessante de trabalhar neste setor sempre foi a execução em um ambiente dinâmico, empregando novas tecnologias e escolhendo os parceiros certos para compartilhar conhecimento e aumentar a receita. Isso exige uma atitude de “não ter medo de falhar, mas falhar mais rápido”.

Rethink Programmatic

Parcerias mais estreitas na AdTech

As SSPs (Supply Side Platforms ou Plataformas do Lado da Oferta) sofreram muitas mudanças e consolidação nos últimos anos devido à SPO (Supply Path Optimisation ou Otimização do Caminho da Oferta), mas apesar do potencial, a SPO não fizeram jus ao hype. À medida que o número de SSPs que sai mais forte diminui, há uma necessidade crescente para que elas entreguem mais, especialmente em termos de gerenciamento de regulamentos de dados.

As SSPs podem optar por empurrar a responsabilidade para os publishers e compradores ou fazer a criar uma cooperação entre as duas partes e realizar transações através do marketplace.

As CMPs (Consent Management Platforms ou Plataformas de Gerenciamento de Consentimento) coletam e armazenam o consentimento do usuário enquanto os passa aos compradores conforme necessário para as transações de dados. Ao mesmo tempo, as DMPs (Data Management Platforms ou Plataformas de Gerenciamento de Dados) agregam dados de segundos/terceiros e permitem a transferência de dados. Acredito que as SSPs que optaram por contrair entre compradores e publishers começarão a oferecer recursos de CMP. À medida que o setor continua a se consolidar, espero que as DMPs e CMPs se juntem ou SSPs maiores comprem DMPs e CMPs.

A volta do contexto 

Houve um tempo em que a segmentação contextual fazia parte de todos os lançamentos de produtos da AdTech e agora está voltando. Facebook e Google continuam aumentando o market share no mercado de publicidade e os publishers precisam usar o contexto, a intenção e outros tipos de dados primários de publisher para permitir que os compradores tomem decisões mais inteligentes. As categorias inconsistentes de anúncio IAB precisam de uma limpeza. Se você estiver entregando um anúncio de seguro de vida, é importante garantir que haja algum conteúdo atraente e sério envolvido, um conteúdo que crie um melhor contexto emocional e resulte em uma intenção mais forte por parte do usuário.

Publishers agora e sempre!

Publishers são os super-heróis pelos quais sempre torço. São eles que estão criando conteúdos valiosos, exclusivos e úteis para os usuários interagirem. Os desafios da privacidade de dados e dados de terceiros estão pressionando os publishers a exigir o consentimento do usuário. Não é nenhuma surpresa que os principais sites de notícias estejam trocando o consentimento do usuário por conteúdo valioso de maneira semelhante à forma como combateram os bloqueadores de anúncios.

Nem sempre podemos confiar nos dados do anunciante para comprar inventário no marketplace. A simplicidade e a higiene da coleta de dados do usuário e da geração de informações acionáveis ​​se tornarão essenciais para os publishers serem bem-sucedidos. É uma pergunta justa a ser feita ao usuário e deixá-lo decidir se escolhe proteger sua privacidade ou pagar pelo conteúdo.

Não há dúvida de que 2020 será desafiador, mas definitivamente será emocionante. Com uma execução rápida, os players da AdTech podem sair na frente e expandir seus negócios. O “devagar e sempre” nunca vencerá a corrida na AdTech e eu amo isso.

Esta publicação foi publicada originalmente no LinkedIn.

Satya Manoj Vinnakota is Head of Publishers at Applift and Director of M&A Operations for the MGI Group. Apart from his interests in mobile advertising, interactive media and mobile gaming, he is an avid football fan and loves Manchester United. Armed with an engineering degree, Satya has experience in product and business development, business operations, market research and technical sales. Follow him on LinkedIn, Twitter and all major social channels @satyamanojv.
X